Corinthians não dá conta e pode perder mais de 10 jogadores numa vez só

Crise sem fim? Tudo indica que sim. Mesmo encontrando bons resultados após a troca de comando técnico, com a saída de Mano Menezes e a chegada de António Oliveira, o Corinthians parece estar longe de encerrar a grande turbulência vivida nos bastidores do Parque São Jorge desde a eleição de Augusto Melo no mês de dezembro.

O grande assunto da vez é o meia Matías Rojas, de 28 anos. Grande contratação do Alvinegro em 2023, o paraguaio não treinou nos últimos dias e discute uma possível rescisão contratual. O jogador alega que que o Corinthians não cumpriu com o acordo costurado com ele no início deste ano referente a direitos de imagem atrasados.

Rojas e seu estafe alegam que o clube deve cerca de R$ 5 milhões. Por esta razão, não descartam ingressar com uma ação contra o Corinthians na FIFA para conseguir o destrato contratual. Tal possibilidade já havia sido ventilada em dezembro, mas o princípio de acordo com a diretoria de Augusto Melo fez o meia mudar de ideia.

Matias Rojas
Matías Rojas não deve mais atuar pelo Corinthians. — Foto: Marcello Zambrana/AGIF.

Porém, sem qualquer pagamento realizado, Rojas agora parece decidido a deixar o clube. E a situação pode piorar. Isto porque, segundo o jornalista Marco Bello Jr., diversos outros atletas do elenco corintiano estão na mesma situação: com direitos de imagens atrasados há pelo menos três meses, o que possibilita ações na FIFA.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em seu perfil oficial na rede social X, o antigo Twitter, Bello Jr. afirmou que o Corinthians tem “o costume de pagar todo o valor de Fundo de Garantia ao final do contrato, mas a lei afirma que o pagamento tem de ser feito todo mês”. Com isso, mais atletas podem processar o clube e conseguirem suas respectivas rescisões.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.