Contrato de zagueiro no São Paulo está acabando e ele nem estreou

Para repor a venda de Lucas Beraldo, o São Paulo anunciou a contratação do zagueiro Sabino ainda em março deste ano. O atleta é canhoto e tem uma boa saída de bola, assim como o jovem de Cotia que atualmente defende o PSG, da França. Apesar disso, ele cumpriu quase metade de seu contrato e ainda não fez sua estreia pelo clube. Ficou no banco diante do Fortaleza, Flamengo e Atlético-GO.

Sabino tem contrato com o São Paulo até o dia 20 de junho. Ele deve ser avaliado pela comissão técnica de Luis Zubeldía nos próximos treinos. O vínculo também é de produtividade, ou seja, caso atinja o que já foi estipulado, ganhará uma renovação automática até dezembro.

O jogador, que defendeu o Sport nos últimos três anos, chegou ao MorumBis a custo zero. Apesar disso, ainda estava em recuperação de uma lesão no pé esquerdo. Restam mais 56 dias de contrato, e segundo informações divulgadas pelo portal Globo Esporte, algumas metas para a ampliação do vínculo estão relacionadas a sua condição física. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Caso o contrato seja estendido até o final do ano, novas cláusulas poderão ser ativadas  para uma renovação até dezembro de 2025. Dentre essas, estão número de partidas e rendimento nos duelos.

Sabino pode ser alternativa durante a Copa América

Sabino também se torna uma alternativa viável durante o período da Copa América, já que Nahuel Ferraresi, caso esteja saudável, deve ser convocado para a seleção venezuelana. Arboleda é outro que é chamado constantemente pelo Equador, mas não se sabe se será lembrado após o caso de indisciplina recentemente nos Estados Unidos.

Enquanto isso, Sabino viajou com a delegação do São Paulo para o Equador nesta terça-feira (23). O Tricolor encara o Barcelona de Guayaquil nesta quinta (25), às 21h (de Brasília), pela terceira rodada da Libertadores da América.