Confirmado: São Paulo “vai pegar” o Fluminense na final do Mundial de Clubes da FIFA

Nesta sexta-feira (22), o Fluminense terá um dos jogos mais importantes da história além da decisão da Libertadores. A equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz encara o Manchester City, às 15h, pela final do Mundial de Clubes da Fifa. O duelo será transmitido pela Globo (TV aberta) e Globoplay ( streaming). 

Na semifinal, o time carioca bateu o Al-Ahly, do Egito,  por 2 a 0, enquanto os ingleses venceram o o Urawa Reds, do Japão, por 3 a 0. Agora, os brasileiros terão que enfrentar um representante do São Paulo na decisão: o goleiro Ederson. 

Colocado entre os melhores goleiros do mundo, o brasileiro é titular absoluto e peça chave no esquema de Pep Guardiola. O arqueiro passou pelas categorias de base de Cotia, e já admitiu que torce para o Tricolor do Morumbi. 

Em entrevista concedida ao comentarista Alê Oliveira, o astro do City e da Seleção Brasileira admitiu que chegou a torcer para três equipes diferentes ao longo de sua vida, mas no final das contas, acabou escolhendo o São Paulo. 

“Meu pai quis que eu fosse vascaíno. Quando eu era pequeno, comprou roupa do Vasco e tudo. Depois, eu fui palmeirense. Aí, entrei no São Paulo e virei são-paulino”, disse Ederson.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ederson tem Rogério Ceni como ídolo

Em outra entrevista, desta vez ao canal oficial do Manchester City no Youtube, o arqueiro revelou que seu grande ídolo no esporte é Rogério Ceni, ex-goleiro do São Paulo e talvez o maior ídolo da história do clube.

” A partir do momento em que comecei a jogar como goleiro, comecei a seguir o Rogério Ceni. A partir desse momento, ele se tornou minha inspiração e ídolo”, disse Ederson.