Confirmado por Casares: Dorival Jr assinou com seleção

Depois de ser contratado em abril para substituir o ídolo Rogério Ceni, Dorival Júnior já está nas graças do torcedor. Em cinco meses de trabalho, conseguiu levar o Tricolor para sua primeira final de Copa do Brasil em 23 anos, podendo conquistar o título inédito.

O trabalho é muito valorizado, já que diversos veículos noticiaram que Dorival Jr estava sendo cotado para assumir a Seleção Brasileira após a saída de Tite, ao final da última Copa do Mundo de 2022.

Vale destacar que ele foi o melhor treinador da América do Sul na última temporada, quando venceu a Libertadores da América e a Copa do Brasil sob o comando do Flamengo. Ou seja, de fato ele tem currículo para assumir a Amarelinha.

Em meio às preocupações do torcedor são-paulino, o presidente Julio Casares deu a letra e confirmou que Dorival já assinou com uma seleção: o São Paulo Futebol Clube. 

“A Seleção do Dorival tem 3 cores: vermelho, branco e preto. Não vamos impedir o crescimento profissional de ninguém. Mas, também, temos que lembrar que a sinalização da CBF é que o conceito é um estrangeiro. Então não acreditamos na mudança de rota ou conceito”,  iniciou, confirmando a permanência do técnico no Morumbi, por hora.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Seja Abel, Diniz, tem outros. Mas não tangenciando, tem um conceito de estrangeiros. Se é o Ancelotti, Jorge Jesus, Abel, tem esse conceito. Se for mudar, tem que explicar”, finalizou.

Quem será o novo treinador da Seleção Brasileira?

Depois de muito tempo de indefinição, a CBF anunciou que Fernando Diniz, que teve passagem pelo Tricolor, irá comandar a seleção de forma interina. 

Todavia, ao que tudo indica, Carlo Ancelotti realmente comandará a Seleção Brasileira. Com contrato vigente com o Real Madrid até junho de 2024, ele seria o comandante depois da Copa América.

De acordo com o jornalista André Rizek, do SporTV, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, já está decidido que o italiano será o novo técnico da seleção pentacampeã do mundo, independentemente do desempenho de Fernando Diniz.