Como está Milene Domingues, ex de Ronaldo Fenômeno, atualmente

Reconhecido como um dos maiores atacantes da história do futebol, Ronaldo Luís Nazário de Lima, o ‘Fenômeno’, também possui uma longa lista de relacionamentos midiáticos ao longo de sua carreira. Hoje casado com a modelo Celina Locks, o astro já subiu ao altar em outras três oportunidades, a primeira delas em 1999.

Na ocasião, quando vestia as cores da Internazionale de Milão, Ronaldo conheceu a também jogadora Milene Domingues em um evento organizado por Edilson e Vampeta chamado Pagode Brasil. A paixão foi instantânea, com o casal se casando poucos meses depois e tendo um filho: Ronald Nazário de Lima.

O casamento, no entanto, duraria somente até 2003. Conhecida como a “Rainha das Embaixadinhas”, a ex-esposa de Ronaldo engataria mais três namoros: entre 2003 e 2009 com o jogador espanhol David Aganzo, entre 2011 e 2019 com o policial e professor de jiu-jitsu Rubens Lopes e, desde 2019, com o ex-lateral André Luiz.

Atualmente, Milene é comentarista esportiva e também embaixadora do Futebol Feminino do Corinthians, seu time de coração. Com 20 convocações para a Seleção Brasileira, a ex-jogadora defendeu o clube do Parque São Jorge e também passou por Rayo Vallecano, Torrejón CF e Pozuelo Féminas, todos da Espanha.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Milene Domingues namora com ex-São Paulo

A ex-jogadora e agora comentarista Milene Domingues, nacionalmente conhecida como “Rainha das Embaixadinhas”, surpreendeu seus fãs ao compartilhar raras fotos com seu companheiro no último Dia dos Namorados. Também ex-jogador e formado nas divisões de base do São Paulo, André Luiz é namorado de Milene desde 2019.

O ex-lateral, que também contou com passagens por grandes clubes brasileiros como Corinthians, Cruzeiro, Fluminense e Santos, fez parte de uma das gerações mais vitoriosas do São Paulo no início dos anos 90. Pelo Tricolor, ele conquistou títulos como a Libertadores e a Copa Intercontinental de 1993, além da Copa Conmebol de 1994.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.