Colocou o Botafogo na Justiça e poderia ser uma opção melhor que Jandrei pro São Paulo

Com o titular Rafael à serviço da Seleção Brasileira para a disputa da Copa América, o São Paulo conheceu suas primeiras derrotas sob o comando do técnico Luis Zubeldía com o criticado Jandrei embaixo das traves. Com o camisa 93 como titular, o Tricolor foi derrotado por Cuiabá e Vasco da Gama de forma consecutiva.

Sofrendo sete gols nos últimos três compromissos da temporada, o São Paulo tem uma decisão a tomar: manter Jandrei no gol até o retorno de Rafael ou procurar um novo jogador para a posição. No atual elenco, o jovem Young ainda procura o seu espaço. Já no mercado de transferências, um ex-Botafogo surge como opção.

Criado nas divisões de base do Alvinegro Carioca, o goleiro Diego Loureiro, de 25 anos, permanece livre após encerrar seu vínculo com o clube em janeiro deste ano. Na ocasião, após retornar de empréstimo para o Atlético-GO, o jogador e teve o contrato rescindido em acordo que previa o pagamento de R$ 309.383,04.

A Sociedade Anônima de Futebol (SAF) do Botafogo, no entanto, não cumpriu com o acordo e, nesta segunda-feira (24), Diego Loureiro entrou com ação na Justiça do Trabalho cobrando R$590.727,00 por não cumprimento do acordo irmado entre as partes. Procurada, a direção do Botafogo ainda não se manifestou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Alçado aos profissionais do clube em 2017, Diego Loureiro somou 43 partidas disputadas, a maioria delas na campanha dentro da Série B do Campeonato Brasileiro de 2021. Entre 2022 e 2023, ele foi cedido ao Atlético-GO, onde atuou por apenas seis oportunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.