Coincidência aponta título do São Paulo na Libertadores

O São Paulo conheceu seu próximo adversário na Copa Libertadores da América nesta segunda-feira (3), após sorteio realizado em Luque, no Paraguai. A equipe comandada pelo técnico Luis Zubeldía vai enfrentar o Nacional, um dos maiores clubes do Uruguai.

Contudo, não será a primeira vez que o Tricolor enfrentará os uruguaios em uma oitavas de final. Em 1992, quando conquistou a primeira Libertadores de sua história, passou pela equipe. O duelo de ida ocorreu em 28 de abril. Telê Santana escalou a seguinte equipe titular: Zetti; Cafu, Antônio Carlos, Ronaldão e Ivan; Adílson, Pintado e Raí; Macedo, Palhinha e Elivélton.

Mesmo atuando no Estádio Centenário, em Montevidéu, o SPFC foi melhor durante toda a partida. O gol marcado por Elivélton deu a vantagem importante para a volta e garantiu a vitória por 1 a 0. 

Contudo, Zetti acabou sendo expulso junto ao atacante Wanchope e desfalcou o Tricolor na partida de volta. Alexandre foi o escolhido para ocupar a sua vaga na próxima partida, disputada no dia 6 do mês seguinte. Além do arqueiro, Telê escalou Muller no lugar de Macedo. No resto, a equipe era igual a que entrou em campo na capital uruguaia.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Tricolor acabou vencendo novamente, desta vez por 2 a 0. Os gols foram marcados por Ronaldão e Antônio Carlos, fechando o placar agregado em 3 a 0 e não dando nenhuma chance ao Nacional.

Outra coincidência para o SPFC

Já foi definido que, caso avance às quartas de final, o São Paulo enfrentará uma equipe brasileira. Pode duelar contra o Palmeiras ou Botafogo, alimentando mais uma esperança ao torcedor. 

Isso porque em 1992, o Tricolor passou pelo Criciúma. Em 13 de maio, venceu os catarinenses por 1 a 0, no Morumbis, graças a gol de Macedo. Na volta, no Heriberto Hülse, empatou em 1 a 1, graças ao gol de Palhinha.