Clube se diz ofendido com proposta do São Paulo

Visando se reforçar para a próxima temporada, a diretoria do São Paulo já mapeou alguns jogadores que podem vestir o manto tricolor em 2024. A comissão técnica também já deu o seu parecer, e o clube paulista já entrou em contato com alguns clubes.

Um deles foi o América-MG, dono dos direitos do meia Emmanuel Martínez, meia de 29 anos que foi destaque do time neste ano, mesmo com o rebaixamento para a Série B. Neste Brasileirão, foi o líder da equipe em assistências, com cinco, e também de desarmes, com 55.

Contudo, o argentino não deve vestir a camisa do São Paulo pelo menos por hora. Em entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente do América, Marcos Salum, comentou sobre a negociação com o clube paulista, se mostrando descontente com o que foi oferecido.

“O São Paulo demonstrou interesse, mas fez uma proposta muito baixa e nós negamos. O cara que quiser comprar qualquer jogador nosso tem que fazer uma proposta decente. Se a proposta for boa, eu não sou burro de não vender”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O mandatário do clube de Belo Horizonte ainda revelou os valores da proposta que foi enviada, que, na sua visão, são extremamente baixos. Para finalizar, ainda pediu “respeito” ao América.

“O São Paulo ofereceu 600 mil dólares (cerca de R$ 2,9 milhões na cotação atual) mais um jogador, um goleiro. Quem você compra com 600 mil dólares hoje em dia? Ninguém. As pessoas têm que respeitar o América-MG. Todo mundo quer comprar na bacia das almas, e ninguém compra”, concluiu Marcos Salum.

SPFC perto de oficializar plano B

Como outra alternativa, o Tricolor está muto próximo de confirmar a contratação do paraguaio Damián Bobadilla, atleta de 22 anos que pertence ao Cerro Porteño. Ele e seus representantes já estiveram no Morumbi, e estão a detalhes de assinar o acordo.