Ceni relembra tempos de São Paulo em treino no Bahia! Entenda

Na noite da última sexta-feira (20), o Bahia publicou um vídeo de bastidores do treino na véspera do jogo válido pela 28ª rodada do Brasileirão, no qual Rogério Ceni acerta uma cobrança de falta no ângulo esquerdo.

Apesar de ser publicado na sexta, o vídeo ganhou bastante repercussão nesse final de semana. O M1TO estava dando dicas para alguns atletas do Bahia. O eterno goleiro artilheiro mostrou que mesmo aposentado, com 50 anos e bastante acima do peso, cobrar faltas é como andar de bicicleta pra ele.

Coletiva de Rogério Ceni

Depois de bater seu ex-time Fortaleza, Rogério Ceni se mostrou bastante contente com a atuação do Bahia. “Eu acho que esse é o Bahia que o torcedor sonha, que todos nós aqui desejamos. Se pode melhorar sempre pode, várias questões. Na parte anímica, de desejo, acho muito difícil que podem entregar mais do que hoje. Sempre falo, falei do Cauly em Goiânia, do Everaldo no último jogo, poderia destacar vários jogadores, mas a dupla de volantes hoje fez um jogo excepcional. Tanto o Nico quanto o Yago foram muito bem no jogo, demonstraram espírito de luta e entrega do nosso time. Nesse aspecto deixamos o máximo no campo. Todo mundo saiu no limite, agora com construção, marcação, sem dúvida a gente pode entregar um pouco mais”, declarou Rogério Ceni na entrevista coletiva após a partida.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Não posso falar como era antes, mas posso falar quando eu jogava. Eu quero vencer, não quero outro resultado que não seja o triunfo, tanto que na minha carreira como treinador sempre tenho mais vitórias e derrotas do que empates. Aqui são quatro vitórias e duas derrotas. Não sei muito jogar pelo empate. Penso sempre em tentar vencer, e tem que ter coragem, e corre riscos para uma derrota. Com Juba e com o Bahia, foi quando entrou o Tinga, leva vantagem no jogo aéreo”, apontou Ceni