CBF DIZ NÃO ao São Paulo e prefere o Corinthians

O país-sede da Copa do Mundo de 2027 está muito perto de ser revelado. A FIFA ainda não decidiu oficialmente, mas há grandes chances de que o Brasil possa receber o torneio daqui a três anos. 

A maior entidade de futebol do mundo criou um sistema de avaliação dos países e seus estádios através de notas de 0 a 5. O Morumbis, casa do São Paulo, não está na lista dos possíveis estádios, ao contrário da Neo Química Arena, que recebeu uma nota de 3,8 e ficou em quarto lugar no ranking. A Arena Pernambuco ficou com a mesma nota e divide o posto com o estádio do Alvinegro.

Segundo informações divulgadas pela Rádio Itatiaia, os estádios que ficaram acima em relação a casa corintiana foram o Beira-Rio, Arena Fonte Nova e Mané Garrincha, que receberam uma nota de 3,9. Outros estádios também foram colocados à disposição pela CBF, como a Arena da Amazônia, Mineirão, Arena Castelão, Maracanã e Arena Pantanal.

Apesar das boas notas da Fifa, os estádios deverão receber algumas mudanças caso o Brasil seja eleito como sede do Mundial Feminino em 2027. Os gramados e sistemas de iluminação ainda são um problema no entendimento da entidade máxima do futebol. Vale destacar que somente sete dos 10 estádios disponibilizados pela CBF receberão as partidas

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Brasil lidera a corrida para receber a Copa do Mundo em 2027, enquanto a Alemanha, Bélgica e Holanda estão logo atrás (candidatura única), com 3,7. 

 Notas dos estádios que podem sediar a Mundial Feminino de 2027

• Beira-Rio (Porto Alegre) – 3,9

• Mané Garrincha (Brasília) – 3,9

• Arena Fonte Nova (Salvador) – 3,9

• Arena de Pernambuco (Recife) – 3,8

• Neo Química Arena (São Paulo) – 3,8

• Arena da Amazônia (Manaus) – 3,7

• Mineirão (Belo Horizonte) – 3,7

• Arena Castelão (Fortaleza) – 3,7

• Maracanã (Rio de Janeiro) – 3,7

• Arena Pantanal (Cuiabá) – 3,4