CBF apresentou proposta para contratar Kaká

Último brasileiro a ter a honra de ser eleito como melhor jogador do Mundo pela FIFA, o ex-meia Kaká curte merecedia aposentadoria após decidir pendurar as chuteiras no final de 2017. Ele, porém, planeja voltar em breve à rotina de um clube no futebol. Seja como dirigente ou até mesmo como dono de uma equipe.

Em entrevista ao site Quinto Quarto, o ídolo são-paulino revelou que pensa sim em adquirir um time no futuro: “Gosto muito dessa ideia de uma gestão geral. É algo que eu gostaria, mas ainda não encontrei uma oportunidade nesse sentido. Não apareceu um projeto que eu tenha visto a chance de um trabalho a longo prazo”.

Atualmente, Kaká realiza cursos de gestão esportiva e de treinador. Bastante estudioso, o ex-jogador chegou a estar na mira da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para ser diretor da entidade e trabalhar com a seleção brasileira caso Carlo Ancelotti fosse contratado. Mas Kaká preferiu rejeitar a proposta inicial.

“Acabei não aceitando por questões pessoais, familiares. Fiquei muito grato, mas não era o momento. E ainda não é. Quero aproveitar um pouco mais esse tempo familiar. Eu sei o quanto demanda o futebol para se fazer um trabalho bem-feito. E, no momento, foi essa escolha que eu fiz”, disse o não arrependido Kaká.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.