Casares volta a falar sobre implementar SAF no Tricolor

0

Um assunto que vem rondando os bastidores do Tricolor desde o início do ano, é a implementação de SAF, no clube. Modelo de gestão que ganhou fama após clubes brasileiros como Cruzeiro e Botafogo serem “comprados”, o modo de gestão poderia “salvar” o São Paulo de dívidas.

Cauteloso sobre o assunto desde o início das especulações, o presidente Tricolor, Júlio Casares, voltou a falar sobre o tema em entrevista ao programa ‘Grande Círculo’, do SporTv.

O presidente disse que o São Paulo pode virar SAF, porém, ressalva que o clube vem estudando minuciosamente a situação e ainda faz um processo de valuation da marca.

“Pode existir. Na verdade, hoje o estatuto do São Paulo tem um artigo que diz que se vier uma legislação que permita uma mudança societária, de restruturação, tem que apresentar um estudo. Assim que saiu a lei em setembro, promulgada em outubro do ano passado, eu criei um grupo de estudos e contratei uma consultoria. Eu não vou discutir as SAFs de hoje, elas nascem com várias necessidades ou estratégia, mas o São Paulo de amanhã, se um dia a instituição caminhar para esse lado, que é uma decisão coletiva da instituição, tem um valuation, o valor da marca, técnico. Eu não posso dizer “ah, o São Paulo vale R$ 500 mil, R$ 1 milhão…” Nós temos que ter um estudo técnico para que o São Paulo entre em um campo arejado tecnicamente”, declarou Casares.

Presidente do Tricolor revela possibilidade do clube virar SAF

Mesmo com os estudos sobre o assunto e sabendo de como a implementação surgiria como uma possível “solução”, Casares se mantém pés no chão e crava que hoje é muito inviável o Tricolor se tornar SAF.

“Hoje é uma questão muito inviável no atual quadro e até nem seria inteligente. O São Paulo tem dívidas, está se organizando. Eu não posso vender minhas ações em baixa, posso buscar parceiros quando tiver mais saúde financeira. E essa consultoria vai indicar isso. Se daqui um ano e meio, dois anos, nós tivermos essa composição de um time competitivo, o patrimônio nem preciso dizer… O São Paulo tem uma perspectiva muito boa se continuar fazendo a lição de casa, que é equilibrar um time competitivo, que é caro”, analisou o presidente.

Hoje o São Paulo se encontra em meio a uma dívida de 700 milhões de reais, que com certeza entram na balança quanto a uma SAF.

Apesar de equipes como Cruzeiro e Botafogo virem se recuperando financeiramente por conta da atitude, um movimento como esse tem de ser muito estudado pelo clube.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino e siga o melhor site sobre o Tricolor no Instagram.

- Publicidade -