Casares revelou o destino de Thiago Carpini após eliminação

Mesmo com mais de 55 mil pessoas no MorumBis, o São Paulo foi eliminado do Campeonato Paulista para o Novorizontino, no último domingo (17). Após empate em 1 a 1 no tempo normal, o Tricolor acabou perdendo a disputa de pênaltis e deu adeus ao título do Estadual.

Eleito o “vilão” por boa parte da torcida, o técnico Thiago Carpini está cada vez mais pressionado. Apesar dos pedidos para que ele seja demitido o quanto antes, a diretoria do São Paulo reforçou a confiança no trabalho do treinador.

Julio Casares marcou presença no sorteio da fase de grupos da Libertadores da América, realizado no Paraguai. O presidente do SPFC foi questionado sobre a decisão em manter Thiago Carpini após uma eliminação difícil.

“É um dia dolorido, ficamos tristes, mas temos que entender que o São Paulo vem de conquistas importantes. O Carpini assumiu o time e foi campeão da Supercopa, quebrou um tabu que incomodava havia muito tempo, e está há dois meses e quinze dias no cargo, 14 jogos”, iniciou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A pressão sobre o comandante está maior do que nunca. Antes mesmo do apito final, Carpini foi chamado de “burro” por uma parte dos torcedores. O tom aumentou após a eliminação nos pênaltis e vam ganhando cada vez mais força nas redes sociais.

“O trabalho continua, com foco, tranquilidade, ajustes são feitos sempre. É um grande técnico, tem comissão técnica competente, elenco está comprometido, aposta nessa relação positiva com o técnico. Vamos continuar, com serenidade e tranquilidade”, comentou Casares.

Próxima partida do SPFC

O Tricolor só volta a campo na primeira semana de abril, quando fará a sua estreia na Libertadores da América, diante do Talleres, na Argentina. Até lá, o time treinará normalmente no CT da Barra Funda. Além dos argentinos, o SPFC enfrentará o Barcelona, do Equador, e o Cobresal, do Chile, pela fase de grupos do torneio continental.