Casagrande abre o baú e revela motivo para James Rodríguez ir embora do São Paulo

Nesta quarta-feira (7), James Rodríguez pediu para sair do São Paulo. Segundo o técnico Thiago Carpini, a decisão foi do próprio atleta, que queria mais oportunidades dentro de campo. A diretoria e o clube aceitaram o pedido e agora negociam uma rescisão contratual amigável. 

A gota d’água da relação entre o colobmiano e o Tricolor ocorreu durante a Supercopa do Brasil, vencida pelo SPFC diante do Palmeiras, nos pênaltis. Depois de saber que não seria relacionado, o meia se recusou a viajar com orestante do elenco para Belo Horizonte.

Diversos atletas que já tinham noção de que não jogariam, por exemplo Igor Vinicius, Luan, Rodrigo Nestor e Lucas, vieram da mesma maneira para acompanhar o time dentro de campo e celebrar a conquista.

O episódio lhe rendeu diversas críticas, em especial do comentarista Walter Casagrande. O ex-jogador detonou o comportamento de James, dizendo que o grupo do SPFC se fechou, e que o atleta foi egoísta

“Foi egoísta e demonstrou não ser um cara de grupo, só pensa no que é interessante para ele.Se joga como titular, ótimo, mas se ficar no banco já esquece que o futebol é um esporte coletivo e olha só para o próprio umbigo”, disse Casagrande, em sua coluna no UOL.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Apesar do talento, James pode ter criado “atrito” com o grupo

O colombiano foi contratado com status de uma grande estrela do futebol mundial. Não é para menos, já que atuou em grandes clubes do futebol europeu como Real Madrid, Bayern de Munique, Porto e Everton. Além disso, foi o artilheiro da Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil.

“É talentoso, mas faz tempo que em clubes não joga nada. Com a experiência que tenho como ex-jogador, sei bem que um grupo se fecha quando se ganha algo e quem estiver ali demonstra comprometimento e respeito pelos outros jogadores, comissão técnica, diretoria, mas principalmente pelos torcedores do time. E foi aí que James Rodríguez ficou de fora do grupo. Eu sei o quanto seria difícil ele reconquistar a confiança e a simpatia de todos”, complementou Casagrande.