Cartão dado a Beraldo revolta a torcida do São Paulo

Nesta quarta-feira (22), o São Paulo viajou ao Rio de Janeiro para encarar o Fluminense, no Maracanã. Diante de mais de 45 mil torcedores, a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz venceu por 1 a 0, com gol marcado pelo argentino Germán Cano.

O duelo foi marcado pela troca de faixas entre os clubes. Conforme o presidente do Fluminense havia adiantado há algumas semanas, as equipes iriam comemorar juntas suas conquistas na temporada.

O Fluminense venceu o Boca Juniors e conquistou a Libertadores da América pela primeira vez em sua história. Do outro lado, o São Paulo bateu o Flamengo e levantou o troféu da Copa do Brasil de forma inédita.

Apesar do clima de festa, a partida foi bastante disputada, envolvendo diversos lances polêmicos. Um deles contou com o zagueiro Lucas Beraldo que cometeu uma falta e acabou levando  cartão amarelo.

Contudo, este foi o terceiro amarelo acumulado do jovem de 19 anos.Com isso, ele será desfalque no duelo contra o Cuiabá, marcado para este domingo (26), às 18h30, no Morumbi.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Na ocasião, Beraldo cometeu uma falta de obstrução (impediu a passagem de um jogador adversário), mas na súmula da partida, o árbitro Luiz Schettino Policarpo Bento assinalou outro motivo pela marcação e cartão: “Dar uma entrada contra um adversário de maneira temerária na disputa de bola”, escreveu.

Juiz foi muito criticado após a partida

A atuação do juiz não escapou de diversas críticas dos são-paulinos nas redes sociais. Muitos contestaram o cartão de Beraldo, além da entrada forte que sofreu na segunda etapa, muito parecida com a que Gabriel Neves cometeu e acabou sendo expulso. Na falta em cima de Beraldo, o juiz não adotou o mesmo critério e não aplicou o cartão vermelho ao adversário. O próprio Luciano, após o duelo, não poupou críticas ao árbitro.