Carpini se pronunciou sobre proposta do Santos

Há cerca de um mês, o São Paulo anunciou a contratação do técnico Thiago Carpini, que comandava o Juventude. Ele foi escolhido pela diretoria como o melhor nome para substituir Dorival Júnior, que havia aceitado o convite da CBF para dirigir a Seleção Brasileira.

Porém, pouco tempo antes de assinar com o Tricolor, Carpini recebeu uma oferta para ser o treinador do Santos, que tinha acabado de cair para a Série B do Campeonato Brasileiro. O próprio são-paulino revelou mais detalhes do processo de contratação que quase o fez parar no rival.

“O Santos, sim, oficializou, mas eu penso que o próximo passo da carreira tem que ser muito bem pensado. Não posso agir na emoção por ser o Santos, com essa camisa, essa história. O momento que vive o Santos talvez não seria para mim. Não me senti seguro em relação ao projeto, às perspectivas, diferente do Carille, que aguentaria talvez quatro ou cinco porradas, e eu lá jovem, que era da Série B e tal”, disse Carpini, ao ‘Boleiragem’, do SporTV.

Ao contrário do que se percebeu no ambiente santista, Carpini aprovou as coisas no São Paulo, clube que  sentiu mais “segurança” em assinar posteriormente. Vale lembrar que enquanto o Santos lamentava a queda para a segunda divisão, o Tricolor comemorava a Copa do Brasil e a vaga na Libertadores da América.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Carpini perde invencibilidade no SPFC

O Tricolor estava invicto neste início de temporada, até sofrer sua primeira derrota para a Ponte Preta, por 2 a 0, atuando no Moisés Lucarelli, em Campinas. Na última quarta-feira (14), o Tricolor perdeu novamente pelo Paulistão, desta vez por 1 a 0, para o Santos, no MorumBis.