Carpini se antecipa e vaza dois reforços do São Paulo

No último domingo (4), o São Paulo venceu o primeiro título do ano ao bater o Palmeiras pela Supercopa do Brasil. Apesar de satisfeito com a performance, o Tricolor sonha ainda mais alto em 2024.

Para continuar levantando troféus neste ano, o SPFC ainda deve contar com a chegada de mais jogadores, mesmo tendo um bom elenco.  Em entrevista ao SporTV, o técnico Thiago Carpini foi questionado se o plantel está completo ou de fato precisará de alguns reforços.

O comandante falou sobre a Copa América, já que alguns nomes podem desfalcar o time para defenderem suas respectivas seleções. Diante disso, ele apontou duas posições que o clube está de olho no mercado: lateral-esquerdo e zagueiro.

“São cerca de 70 jogos na temporada, é muita coisa. Temos Ferraresi, Arboleda… estamos preparados porque acreditamos que podemos sofrer um pouco nessa Copa América. Ainda estamos buscando situações pontuais. Com a não permanência do Caio (Paulista), ficamos com o Welington e temos o Patryck, que é um jovem promissor também, mas talvez precisemos fortalecer um pouco mais”, disse Carpini.

O sistema defensivo do SPFC sofreu com a saída de Lucas Beraldo ao Paris Saint-Germain. O jovem formado nas categorias de base de Cotia era uma peça fundamental e titular absoluto. Justamente por isso, Carpini busca um substituto canhoto à altura.

“Vemos também a necessidade de mais um defensor, como o Beraldo, um canhoto, para ganhar mais tempo na circulação da bola, apesar de que o Alan (Franco) fez comigo, o Ferraresi já atuou dos dois lados… mas tendo um canhoto ali, nós sabemos que é diferente, o próprio Diego (Costa) agora fez, ele tem mais facilidade em mudar o lado”, afirmou o técnico.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Tricolor também busca um substituto de Calleri

Por fim, Thiago Carpini, que se tornou o treinador mais jovem a ganhar um título pelo clube (39 anos), também  deixou claro que de fato há o interesse em um centroavante. A ideia é contratar um substituto e “sombra” para Jonathan Calleri, que é titular absoluto.

“Claro que se surgir a oportunidade de um nove… Hoje nós temos o Calleri, que é um cara que se entrega absurdamente nos jogos, para fazer um ano inteiro jogando vai ser difícil. O embate dele é diário, impressionante o que ele treina e se dedica”, admitiu.