Carpini perdeu o vestiário do São Paulo? Informação confirmada

Eliminado pelo surpreendente Novorizontino ainda nas quartas de final do Campeonato Paulista, o técnico Thiago Carpini viveu dias turbulentos dentro do São Paulo no último mês. Insatisfeitos com o trabalho do jovem treinador, parte dos torcedores são-paulinos pediram sua demissão antes mesmo do time estrear pela Copa Libertadores.

Bancado pela diretoria, Carpini voltou a sofrer com críticas nesta quinta-feira (04). Viajando até à Argentina para enfrentar o Talleres, o técnico viu sua equipe ser superada pelo placar de 2 a 1 e voltou a balançar no cargo. No entanto, segundo informações do colunista Daniel Perrone, a direção continua respaldando o treinador.

O motivo é simples: Carpini ainda conta com o apoio das principais peças do atual elenco do São Paulo. Nomes como Lucas Moura e Jonathan Calleri defendem a continuidade do trabalho do técnico e são contra uma mudança no atual cenário. Em entrevista após a partida, o próprio Carpini revelou ter o apoio dos jogadores.

“Qualquer coisa que eu fale em saldo negativo ou positivo, há controversas. Tenho minhas convicções. Tenho respaldo no vestiário, do grupo. Se eu ficar falando de Supercopa, tabu ou Novorizontino, isso é passado. Não vivo passado nem futuro, vivo presente. Infelizmente, não começamos como gostaríamos hoje”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Carpini chegou ao seu 15º jogo pelo Tricolor, somando seis vitórias, seis empates e três derrotas. Ele foi contratado em janeiro para o lugar de Dorival Jr., agora comandante da Seleção Brasileira. Antes do São Paulo, o jovem treinador acumulou passagens por Juventude, Água Santa, Ferroviária, Santo André e Guarani.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.