Carpini DIZ NÃO para “reforço” para a lateral-esquerda

Após a saída de Caio Paulista, a lateral-esquerda ficou com um ponto de interrogação. Para a posição, o Tricolor conta com Welington, que é o titular absoluto, e Patryck, outro jovem da base. O desejo da diretoria e comissão técnica é contar com pelo menos mais um nome no setor, tendo em vista o calendário cheio do futebol sul-americano.

Além disso, Wellington tem contrato até o final do ano, e tem futuro indefinido, enquanto Patryck ainda é considerado muito novo e tímido dentro de campo. Diante disso, surgiu uma opção “caseira” para o setor.

Trata-se de Moreira, jovem de 19 anos que é lateral-direito, mas também pode atuar no lado oposto do campo. Ele vem ganhando cada vez mais minutos no time após ter se recuperado de lesões graves, e está sendo bastante elogiado pela torcida. 

Apesar da habilidade de jogar na esquerda, a opção não deve ser utilizada pelo técnico Thiago Carpini, apenas em emergências. Na coletiva de imprensa após a vitória por 3 a 0 contra o Água Santa, nesta quarta-feira (&), no Morumbis, o treinador deixou claro que não é muito adepto da improvisação dentro de campo.

“Eu não gosto muito do improviso, só uso quando faltam opções. O próprio Inocêncio, do Água Santa, improvisei na esquerda, se firmou e foi para o Santos. São situações que acontecem. Não gosto do improviso, mas também não me apego. Se o Moreira se sentir confortável para fazer os dois lados, daqui a pouco pode ser uma alternativa para a gente usar. Quando a gente acaba tendo um lateral de pé contrário, perdemos profundidade, que é algo que o Welington nos entrega muito. É mais uma alternativa”, disse o treinador.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Moreira foi muito elogiado por Carpini

Ainda na coletiva, Carpini foi questionado sobre  a atuação de Moreira, que foi um dos melhores jogadores em campo. Além da consistência defensiva, o luso-brasileiro atuou bem na frente, dando uma assistência para o gol de cabeça de Juan.

“O Moreira deu uma assistência, foi bem na parte ofensiva e defensiva. A gente fica muito feliz. Ganhamos mais uma opção. É um jovem que atua em uma posição muito carente no nosso cenário. O fato de o São Paulo contar com três jogadores deste nível [ele, Rafinha e Igor Vinícius] me ajuda muito para estes momentos em que não podemos contar com todos”, disse o técnico.