Carlos Belmonte recebe apoio de todos dentro do São Paulo

Carlos Belmonte, diretor de futebol do São Paulo, foi um dos nomes mais comentados dentro da imprensa esportiva nos últimos dias. Tudo graças a grande discussão vista nos vestiários do Estádio do MorumBIS após o clássico contra o Palmeiras, onde o dirigente chamou o técnico Abel Ferreira de “português de merda”.

A fala, que rendeu ríspidas respostas da diretoria palmeirense e até mesmo da Associação Nacional dos Treinadores de Futebol de Portugal, a ANTF, pode dar grandes dores de cabeça ao diretor como uma possível suspensão por parte do TJD (Tribunal de Justiça Desportiva). Enquanto aguarda, Belmonte encontrou “aliados”.

Segundo informações do jornalista André Hernan, o dirigente recebeu o apoio incondicional do atual elenco do São Paulo. As maiores lideranças do grupo chegaram a, inclusive, mandar mensagens para Belmonte pelo whatsapp. Na primeira reunião do Conselho após o Choque-Rei, também houve manifestações de apoio.

Nos vídeos da confusão, Belmonte foi visto bastante alterado e promovendo seguidas reclamações pela atuação da equipe de arbitragem, comandada por Matheus Delgado Candançan. Na visão são-paulina, o volante Richard Rios deveria ter sido expulso e um pênalti sobre Luciano deveria ter sido marcado pelo árbitro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Presidente de rival quer Belmonte longe

Em longa entrevista para o portal ge.globo, a presidente do Palmeiras, a empresária Leila Pereira, afirmou que Carlos Belmonte se tornou “persona non grata” dentro do Alviverde. A mandatária ainda revelou a intenção de proibir a entrada do dirigente em jogos no Allianz Parque.

“Vi o vídeo horrível do senhor Carlos Belmonte xingando o nosso treinador. Vou conversar com meus advogados, gostaria até que ele não fosse mais no Allianz. É uma persona non grata nos nossos ambientes. Temos que coibir essa violência insana, e nós como dirigentes temos que ser os primeiros a levantar essa bandeira”, afirmou.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.