Calleri foi artilheiro da Libertadores de 2016

Xodó da torcida são-paulina, o atacante Jonathan Calleri vai disputar sua segunda Copa Libertadores da América pelo Tricolor. A primeira vez foi em 2016, quando alcançou o posto de artilheiro da competição. O Tricolor disputou a edição de 2022 do torneio, mas o argentino foi contratado pouco depois da eliminação nas quartas de final. 

Em 2016, Calleri foi o principal nome da equipe comandada pelo compatriota Edgardo “Patón” Bauza. Na ocasião, o São Paulo chegou à semifinal da competição, sendo eliminado pelo Atlético Nacional, da Colômbia, que veio a ser campeão posteriormente.

Calleri foi o artilheiro de toda a competição com 12 gols, se igualando a Miguel Borja, do próprio Atlético Nacional, e de Marco Ruben, do Rosário Central. 

Por sinal, o atacante foi decisivo desde as primeiras partidas. Marcou gol no duelo da fase playoffs contra o Cesar Vallejo, do Peru, além do gol diante do time colombiano nas semis.

Alcançou o chamado poker (quatro gols em uma partida) na goleada por 6 a 0 contra o Trujillanos, da Venezuela, no MorumBis. Também deixou sua marca diante do River Plate, da Argentina, e The Strongest, da Bolívia. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Calleri retorna a Libertadores contra o Talleres

Calleri tentará levantar o título mais importante de sua carreira nesta temporada. O Tricolor tenta ser o primeiro clube brasileiro a ser tetracampeão da Libertadores da América.

A equipe comandada pelo técnico Thiago Carpini está no Grupo B, e estreia diante do Talleres, da Argentina, no próximo dia 4 de abril (quinta-feira), no Estádio Mário Alberto Kempes, em Córdoba. O SPFC também jogará contra o Barcelona, do Equador, e Cobressal, do Chile.