Botafogo se recusa a dar dinheiro para o São Paulo

Dono do melhor primeiro turno da história do Brasileirão e apontado por muitos especialistas como virtual campeão da competição nesta temporada, o Botafogo decepcionou sua apaixonada torcida ao encerrar o ano apenas na 5ª colocação. Em crise, o clube prepara uma grande reformulação que deverá atingir até mesmo o São Paulo.

Isto porque, segundo informações do jornalista Sergio Santana, do portal ge, a diretoria botafoguense decidiu que não irá exercer o direito de compra do meia Lucas Fernandes, de 26 anos. Cria das divisões de base do São Paulo, o jogador está emprestado pelo Portimonense, de Portugal, até o fim do mês de dezembro.

Lucas Fernandes Botafogo
Lucas Fernandes com a camisa do Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Destaque do clube carioca em 2022, onde anotou dois gols e distribuiu três assistências em 26 jogos disputados, Lucas não manteve o mesmo rendimento nesta temporada. Tanto que sua permanência sequer será discutida com os portugueses, que esperavam lucrar com os 4 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões) fixados em contrato.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Como clube formador do atleta, o São Paulo também vivia a expectativa de receber uma fatia do valor graças ao mecanismo de solidariedade da FIFA. Além disso, 50% dos direitos econômicos do meia ainda pertencem ao Tricolor, que, neste caso, receberia pouco mais de R$ 10 milhões caso a negociação saísse do papel.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.