Bomba: Presidente da CBF surpreende e nomeia Dorival para assumir a Seleção 

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, em entrevista à Band, nomeou o treinador Dorival Júnior, do São Paulo, como um dos alvos cotados pela confederação para assumir o comando técnico da seleção brasileira.

Em alta no Tricolor, Dorival, porém, não é o plano A da CBF. De acordo com Ednaldo o principal candidato para treinar a seleção, no momento, é o italiano Carlo Ancelotti, atual técnico do Real Madrid.

“O Brasil tem vários treinadores competentes, que temos um apreço muito grande, mas temos um plano A, e é exatamente o Ancelotti. Temos um feeling de que isso vai dar certo. Eu acho que ele tem um encantamento pela seleção brasileira. Ele conhece a maioria dos atletas que jogaram e jogam na seleção. Ele admira muito o futebol brasileiro”, afirmou Ednaldo.

Na entrevista o presidente da CBF não descartou nomes como os dos treinadores  Abel Ferreira, Dorival Júnior e Fernando Diniz. O trio, em caso de rejeição de Ancelotti, deverá ser procurado.

“São nomes importantíssimos. Temos visto o trabalho deles e de outros treinadores, que às vezes não citamos, mas são competentes. As pessoas dizem que o Abel está fora porque briga com a imprensa e com o árbitro, mas não é. Eu entendo que ele tem uma competência pelo trabalho dele, e os números mostram isso. O Diniz da mesma forma, o Dorival também. A CBF tem o interesse de chegar para vencer uma Copa do Mundo e não apenas participar”, garantiu Ednaldo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dorival comentou sobre a possibilidade de treinar a Seleção 

Após a vitória do São Paulo, neste sábado, por 2 a 1, diante do Goiás, no Morumbi, Dorival comentou sobre a possibilidade de assumir a seleção brasileira. Na oportunidade o técnico afirmou que está contente no Tricolor e não pensa nisso, no momento. Contudo não descartou uma eventual chamada.

“Na minha vida as coisas sempre aconteceram de uma maneira muito natural. Eu nunca procurei ou forcei nada. Estou muito feliz aqui, estou muito satisfeito, o trabalho está evoluindo. Tranquilidade para a CBF, que possa definir o melhor nome para a seleção, já que é um trabalho que vai exigir muito de qualquer profissional que ali esteja. Torço para que seja brasileiro”, destacou Dorival.