Bomba: Premiação de Messi como melhor do mundo está sendo investigada

Ícone do futebol e um dos maiores que já entraram em campo, Lionel Messi pode ter sido alvo de um esquema montado pelo Paris Saint-Germain junto a revista “France Football”. Segundo informações divulgadas pelo  jornal “Le Monde” e o site “Mediapart”, a polícia francesa abriu uma investigação contra o clube para que o astro argentino tivesse ganho a Bola de Ouro em 2021, quando ainda atuava pelo PSG.

A mídia local apresentou algumas conexões suspeitas entre os dirigentes do PSG junto aos responsáveis pela premiação, uma das mais prestigiosas do esportes. Na ocasião, o presidente do clube, Nasser Al Khelaifi, teria “feito um lobby” para convencer o mandatário da revista, Pascal Ferré, para o argentino ganhar a Bola de Ouro.

Além disso, o presidente do veículo teria recebido ingressos para um duelo do PSG durante o período pandêmico, no qual os jogos estavam sendo disputados sem a presença de público.

A ação seria um presente e recompensa pelo favor que estaria fazendo a Al Khelaifi. Além disso, o jornal “L’Équipe”, que tem o mesmo dono da France Football, teria excluído uma matéria publicada sobre possíveis comissões ilegais recebidas pelo mandatário do clube ainda em 2011, durante o processo da contratação do meia Javier Pastore.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Para aumentar ainda mais as suspeitas, Pascal Ferré foi trabalhar no PSG no departamento de comunicação pouco tempo depois da cerimônia. Enquanto isso, continuam a negar o envolvimento em uma possível conspiração para Messi ter levantado a Bola de Ouro em 2021.

 Vale lembrar que o Paris Saint-Germain jamais teve um jogador vencedor do prêmio de melhor do mundo antes de Messi. Neymar não conseguiu chegar a esse patamar pelo clube, enquanto o fracnês Kylian Mbpappé caminha a passos largos para o feito, mas possui cotrato até junho e está sendo especulado no Real Madrid.