Bomba: FIFA pode rebaixar o Corinthians

FIFA


A situação do Corinthians continua complicada fora dos gramados. O clube está envolvido em uma acusação de possível desvio de dinheiro a uma empresa “laranja” envolvendo a VaideBet. Justamente por isso, a empresa, que era a antiga patrocinadora master do clube, rescindiu o contrato. 

De acordo com informações divulgadas pelo portal “Meu Timão”, o elenco corintiano já começou a se incomodar com o clima. O site reportou que os jogadores estão insatisfeitos com os atrasos nos pagamentos.

Por sinal, a diretoria acertou recentemente algumas dívidas com funcionários do próprio CT Parque São Jorge. Porém, ainda deve um mês na CLT e dois meses dos direitos de imagem, que acabam significando uma parte dos vencimentos mensais. 

O grande problema é que o Corinthians pode acabar lidando com algumas punições nas leis de trabalho. A Lei Pelé prevê que o clube pode ser punido por pagamentos atrasados de salários, direito de imagem, FGTS ou contribuições de previdência. Diante disso, o Alvinegro pode acabar sendo punido pela FIFA com um transfer ban, ou seja, não poderá contratar ou registrar novos atletas. A complicação mais grave seria um possível rebaixamento.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Elenco quer mudanças internas

Por conta dos atrasos, as principais lideranças do elenco já começaram a se mexer fora do campo para evitar maiores problemas e descontentamentos. Por sinal, o próprio técnico António Oliveira falou sobre o assunto após o empate em 2 a 2 contra o Atlético-GO, fora de casa. 

“Queremos um clube são, estável e com paz para dar segurança a desempenhar nossas funções”, comentou.