Beraldo pode estar de saída do São Paulo sem o clube querer

Apesar do fechamento da janela de transferências do Brasil, o São Paulo ainda pode vender seus jogadores para o mercado do exterior, uma vez que a janela europeia só encerra no dia 1° de setembro, por exemplo. 

Vivendo um período financeiro complicado, o São Paulo precisa de outros meios de arrecadação de verba, sendo a venda de jogadores um dos mais importantes para manter o fluxo de caixa. 

Desde que chegou no São Paulo, o técnico Dorival Júnior vem fazendo um apelo a diretoria: não vender atletas em meio a temporada. O comandante sequer fazia questão de reforços, mas sim da manutenção do plantel.

Após ganhar a titularidade neste ano, o jovem Lucas Beraldo, de 19 anos, vem ganhando cada vez mais projeção, e é considerado uma das maiores promessas da base de Cotia dos últimos anos.

O planejamento da diretoria é mantê-lo até janeiro ou quem sabe mais um ano, mas nunca se sabe quanto os clubes da Europa podem chegar com uma oferta irrecusável, “forçando” o Tricolor a abrir mão da joia.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Situação do SPFC no mercado da bola

Claro que além do “sim” ou “não” do São Paulo, há a vontade do próprio jogador em permanecer no Morumbi ou se transferir para a Europa. Caso chegue uma proposta vantajosa e ele queira sair, será difícil segurá-lo.

Por sinal, o São Paulo recusou ofertas de clubes europeus pelos serviços de Beraldo e Pablo Maia no último mês, que giravam em torno de 12 milhões de euros (R$ 64 milhões) por cada jogador.

O Tricolor recusou, e disse que não aceitará nada menor do que 15 milhões de euros (R$ 80 milhões).  Logo, caso algum time tope pagar o que foi pedido, o jovem pode se despedir rumo ao Velho Continente, apesar de pouco provável no momento.