Bandidos exigem R$ 30 mil para liberar Marcelinho Carioca

A manhã desta segunda-feira (18) trouxe uma bomba e tanto para os torcedores do Corinthians e todos os apaixonados por futebol. Ex-meia e ídolo do clube do Parque São Jorge, Marcelinho Carioca está desaparecido desde a noite do último domingo (17). O caso é investigado pela Polícia Civil de São Paulo e um sequestro não está descartado.

Tanto que, segundo informações do jornalista Marcelo Godoy, do Estadão, bandidos exigiram um pagamento de R$ 30 mil via Pix à família do jogador para libertar o ídolo do Corinthians. A ação levou a Polícia a deter dois suspeitos de participação e levá-los para o 50º Distrito Policial, no Itaim Paulista, na zona leste da capital.

Os indivíduos teriam emprestados os dados de suas respectivas contas bancárias para o depósito da quantia. Ambos negam envolvimento no caso. Uma mulher, que teria conhecido Marcelinho em um evento antes do suposto sequestro, também é investigada. A hipótese é que ela teria atraído o ex-jogador para uma armadilha.

Marcelinho marcou presença no show do pagodeiro Thiaguinho na Neo Química Arena, casa do Corinthians. Já seu carro foi encontrado abandonado na região de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, cerca de 25 km de Itaquera.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ex-São Paulo revela troca de mensagens com Marcelinho

Ídolo do futsal e dono de marcante passagem pelo São Paulo em 2005, Falcão levantou suspeita em seu Instagram sobre uma troca de mensagens que teve com o amigo Marcelinho Carioca no final de semana. Revelando um print da interação, o ex-jogador afirmou ter achado no mínimo estranha a resposta do ídolo corintiano.

“Na mensagem em questão, ontem, às 16h30, eu tenho certeza que não foi ele que respondeu! Ele sempre faz festa, manda áudio, vídeo! Que tudo se resolva, ídolo! Que essa informação possa ajudar em algo! Que ele volte para nós o quanto antes”, escreveu Falcão.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.