Atletas vão receber 300 mil camisinhas durante os Jogos Olímpicos de Paris

Com 119 dias para a abertura dos Jogos Olímpicos de Paris, o Comitê Organizador das Olimpíadas anunciou uma grande novidade aos atletas que irão competir na capitão francesa. Segundo informações da “Sky News”, o COI acabará com as restrições de intimidade impostas nos Jogos de Tóquio por conta da pandemia de Covid.

Neste sentido, cerca de 300 mil camisinhas serão distribuídas na Vila Olímpica. Há três anos, o número foi de “apenas” 150 mil, mas as restrições de contato na prática inviabilizavam o sexo. Os participantes das Olimpíadas foram orientados a evitar qualquer contato físico para diminuir o risco de infecção pelo coronavírus.

A distribuição de preservativos começou nos Jogos Olímpicos a partir de Barcelona, em 1992. Na ocasião, a atitude visava o combate à Aids e tornou-se uma tradição nas Vilas seguintes. O recorde de camisinhas distribuídas nos Jogos é do Rio de Janeiro, que chegou ao incrível número de 450 mil preservativos disponibilizados.

Brasil conheceu chave nos Jogos Olímpicos

Com 119 dias para o início das Olimpíadas de Paris, os Jogos vão ganhando forma em suas mais diversas modalidades. É o caso do futebol feminino, que conheceu as chaves da fase de grupos na última semana. Ainda buscando seu primeiro ouro, a Seleção Brasileira estará no Grupo C da competição.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Agora comandado pelo técnico Arthur Elias, ex-Corinthians, o Brasil estreará contra Nigéria ou África do Sul, em Bordeaux, no dia 25 de julho. Os rivais africanos se enfrentam nos dias 5 e 9 de abril para definir quem se classificará para as Olimpíadas. O grupo brasileiro ainda conta com Japão e Espanha.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.