Atacante DIZ NÃO ao São Paulo e define seu futuro

O São Paulo ainda está em busca de uma “sombra” e reserva imediato de Jonathan Calleri. O argentino é titular absoluto e peça fundamental na equipe comandada pelo técnico Thiago Carpini, mas não tem um substituto direto.

Diante disso, um dos maiores focos da diretoria é trazer um centroavante que cumpra essa função. Diversos nomes chegaram a ser especulados, mas o que ganhou mais força recentemente foi o de André Silva.

O brasileiro possui 26 anos e é um dos principais jogadores do Vitória de Guimarães, de Portugal. Em 27 partidas disputadas na atual temporada, marcou 13 gols e distribuiu mais duas assistências. 

Embora o interesse do Tricolor seja muito alto, a negociação não deve caminhar para frente. Pelo menos é o que garante o jornal português “Record”, que afirmou que o brasileiro não deve jogar no Morumbis.

A matéria divulgada pelo jornalista Pedo Morais diz que André Silva quer permanecer no futebol europeu e não considera, no momento, um retorno ao futebol brasileiro. Vale lembrar que ele esteve muito perto de trocar de clube no mês passado, quando ficou a um passo de ser vendido ao Hellas Verona, da Itália.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A negociação esteve muito perto de ser selada, mas um erro dos italianos acabou fazendo com que a venda não acontecesse. Isso porque não tinham mais vagas para jogadores extra-comunitários, ou seja, sem o passaporte europeu.

Caso André Silva mudar de ideia, quanto o SPFC teria que pagar para comprá-lo?

Entretanto, o texto do jornal Record salienta que André Silva pode acabar mudando de opinião. Antes de acertar com o Verona, ele mesmo havia recusado a investida do clube italiano, mas mudou de ideia posteriormente.

Os portugueses relatam que o São Paulo teria que desembolsar algo em torno de 2 milhões de euros (cerca de R$ 10,8 milhões na cotação atual) para contratá-lo em definitivo, valor menor do que o oferecido pelo Verona no mês passado, avaliado em 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 18,90 milhões).