Arnaldo bate o martelo e perde a linha com Carpini no São Paulo

Nesta quinta-feira (4), o São Paulo foi ao estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, e perdeu por 2 a 1 para o Talleres, da Argentina. Mesmo depois de 18 dias desde a eliminação no Campeonato Paulista, o time não conseguiu o resultado positivo e foi muito criticado pelos torcedores.

A grande reclamação dos são-paulinos  neste momento é em relação ao técnico Thiago Carpini. Mesmo com o tempo livre para treinos e implementar sua filosofia de jogo na equipe, o Tricolor não apresentou evolução significativa. 

Por sinal, a “bronca” com o técnico de 39 anos não é de hoje. AInda durante o empaye em 1 a 1 contra o Novorizontino, no MorumBis, um grupo de tricolores o chamou de “burro” constantemente. No final das contas, o SPFC acabou eliminado do Paulistão após disputa de pênaltis. 

Além dos torcedores que expõem suas opiniões nas redes sociais, alguns jornalistas também usaram os meios de comunicação para expressarem suas visões sobre o trabalho de Carpini. Um deles foi Arnaldo Ribeiro, que comparou a falta de padrão de jogo com o time de Rogério Ceni, que foi demitido em abril do ano passado.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“A questão do James parece até bizarra, porque jogando no sistema do Carpini, nesse sistema com mais três atacantes e dois no meio, um meio de campo leviano, um meio de campo que tem dois jogadores contra cinco. Normalmente, é isso que aconteceu. E aí vocês vão me desculpar, mas o time do Carpini cada vez mais parece o time do Rogério Ceni, no sistema e nas lesões”, iniciou.

São Paulo é um “bando”, diz Arnaldo Ribeiro

O renomado jornalista complementou ao dizer que o São Paulo é “um bando”. A falta de padrão continua após a intertemporada marcada pela eliminação no Estadual. Enquanto isso, Carpini segue mais pressionado do que nunca, apesar de ainda ter o respaldo da diretoria. 

“É muito jogador machucado, é muita trocação, é um sistema muito vulnerável para quando você enfrenta um adversário melhor que você, porque o Talleres é uma equipe, o São Paulo é um bando. É o bando do Carpini, é um bando de bons jogadores correndo pra lá e pra cá, é um bando! O padrão que o São Paulo tinha com Dorival se esfarelou, o São Paulo tinha um padrão de jogo, se esfarelou”, finalizou.