Árbitros agora vão ter que se explicar para a torcida do São Paulo

Nesta terça-feira (5), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou uma importante mudança no futebol nacional relacionado à arbitragem. A partir desta edição do Campeonato Brasileiro, os árbitros terão que explicar as decisões que forem revisadas pelo VAR aos torcedores presentes nos estádios.

As mudanças serão ditas através de um microfone nos próprios juízes após a aprovação da Comissão de Arbitragem da CBF e da FIFA. O modelo é inspirado nos jogos da NFL (futebol americano), quando em todas as jogadas revisadas e faltas, os juízes falam o que aconteceu ao público.

Os torcedores do São Paulo ficaram bastante frustrados no último domingo (3), quando o time empatou em 1 a 1 contra o Palmeiras, no MorumBis. Na ocaisão, o próprio presidente Julio Casares mostrou indignação pelo ocorrido.

Primeiro, os tricolores reclaram da não expulsão do volante Richard Rios após entrada perigosa em Pablo Maia. Ele acabou recebendo apens um cartão amarelo. Já no segundo tempo, o goleiro Rafael e o zagueiro Murilo foram disputar uma bola aérea, quando o são-paulino acabou atingindo a cabeça do palmeirense, ocasionando na revisão do VAR, pênalti e gol de Raphael Veiga. Por fim, houve muita reclamação de um pênalti não marcado em cima de Luciano.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Novidade foi testada na Supercopa Feminina

O novo sistema foi testado recentemente durante a Supercopa Feminina deste ano, realizada em fevereiro.Na ocasião, a responsável pela arbitragem anunciou ao público que anularia o gol de Byanca Brasil, jogadora do Cruzeiro.

Na ocasião, o VAR entrou em ação para recomendar a revisão da jogada, que contou com um toque no braço da  atleta do time mineiro. Após análise da imagem no monitor, optou por mudar a marcação de campo e anular o gol.