Aproveitamento do São Paulo sem Calleri não é nada interessante

Cada vez mais ídolo da torcida, Jonathan Calleri realizou seu sonho nesta temporada, quando levantou seu primeiro troféu pelo São Paulo após o título inédito da Copa do Brasil. O argentino foi o responsável por marcar o gol da vitória por 1 a 0 contra o Flamengo, na partida de ida da decisão, no Maracanã.

Justamente por conta do ótimo desempenho com a camisa tricolor, ele vem sendo sondado por equipes do exterior, em especial dos Estados Unidos e do México. As chances de sair são baixas, mas caso isso venha a acontecer, o SPFC estará em apuros.

O atleta jogou a temporada inteira com um problema no tornozelo, e realizou uma cirurgia de correção do problema há alguns meses. O período sem o atacante não foi bom para o time, que somou 48,72% de aproveitamento.O argentino foi desfalque por 13 jogos. Nesse período, o São Paulo acumulou cinco vitórias, quatro empates e mais quatro derrotas.

Para piorar, Dorival Júnior tentou diversas mudanças para encontrar o substituto ideal do artilheiro, mas nada adiantou. A princípio, Erison foi contratado para exercer a função, mas não conseguiu render. Luciano então passou a atuar no setor. A diretoria deve intensificar a busca por um centroavante para 2024.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Temporada mágica de Calleri

Depois de um ótimo 2022, Calleri também foi decisivo neste ano. Além do título da Copa do Brasil, ele atingiu o posto de segundo maior artilheiro estrangeiro da história do São Paulo, com 62 gols marcados. Está atrás somente do uruguaio Pedro Rocha, que balançou as redes em 119 oportunidades.

O argentino atuou em 44 partidas no ano, tendo marcado 14 gols e distribuindo seis assistências. Ficou com a vice-artilharia do time, apenas atrás de Luciano, que marcou 15 tentos com 21 jogos a mais.