Apontado como comprador do São Paulo recebe R$ 100 milhões de última hora

As SAFs se tornaram uma discussão frequente em todo o futebol brasileiro. Diversos clubes já adotaram o modelo, tais como Botafogo, Cruzeiro, Red Bull Bragantino, entre outros. Por sinal, uma parte da própria torcida do São Paulo acredita que a transformação possa ser benéfica ao clube.

Além de Abilio Diniz, que faleceu no último mês, um dos nomes especulados para investir no Tricolor é o do empresário Jorge Paulo Lemann. Por sinal, o mesmo acabou recebendo uma bolada nos últimos dias.

Isso porque de acordo com informações divulgadas pelo jornalista Rennan Setti, do “o Globo”, a São Carlos Empreendimentos, empresa imobiliária que pertence ao empresário e seus sócios, receberá R$ 100 milhões ( quantia direcionada aos acionistas). Vale lembrar que a empresa vendeu R$ 1,4 bilhão em imóveis em 2023, e atingiu um lucro líquido de R$ 305 milhões.

Relação de Lemann com o SPFC

Ainda no ano passado, Lemann já conversou diretamente com Julio Casares,atual presidente do Tricolor. Para isso, o mandatário contou com a ajuda de Abilio Diniz, com quem sempre manteve uma relação de amizade próxima.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Os torcedores divulgaram rumores de que Lemann poderia ter tido participação na compra do argentino Giuliano Galoppo junto ao Banfield. A informação não foi confirmada, mas sabe-se que a contratação do jogador contou com a ajuda de investidores.

Lemann é fundador do Banco Garantia e cofundador da 3G Capital, além de ser acionista controlador da  Anheuser-Busch InBev. Participa de outras empresas famosas como a Lojas Americanas, Burger King, Tim Hortons e Kraft Heinz.