Alan Kardec aceitou proposta e assinou com o São Paulo

Não é segredo para ninguém: o São Paulo tem a posição de centroavante como seu grande desejo dentro do mercado de transferências. Nas últimas semanas, o Tricolor buscou as contratações de Gonzalo Mastriani, do América-MG, e de Pedro Raul, do Toluca, mas esbarrou nos altos valores pedidos tanto pelos atletas quanto pelos clubes.

Agora, a diretoria são-paulina busca novos nomes capazes de chegar e brigar pela posição de titular com o argentino Jonathan Calleri. Um dos especulados é Kaio Jorge, cria do Santos e atualmente apontado como alvo do Palmeiras. Histórico rival do São Paulo, o Alviverde já tomou um chapéu e tanto por outro centroavante no passado.

Em 2014, o Tricolor, então presidido por Carlos Miguel Aidar superou a concorrência do rival para acertar a contratação de Alan Kardec, então artilheiro palmeirense. Para isso, o clube se propôs a pagar 4,5 milhões de euros (R$ 14 milhões na época) para comprá-lo de forma definitiva junto ao Benfica, de Portugal.

Alan Kardec Sao Paulo 1
Alan Kardec em treino pelo São Paulo. Foto: Erico Leonan/site oficial do SPFC.

A negociação foi envolta de polêmica. Então presidente do Palmeiras, Paulo Nobre chegou a se referir ao São Paulo como “sorrateiro e antiético”.. Aidar não perdeu a chance e disse que o rival vinha se “apequenando” por atitudes dessa natureza. As rusgas entre as diretorias durariam quase uma década somente por conta de Kardec.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No São Paulo, o atacante acumulou 25 gols em 94 jogos disputados. Dois anos depois de sua polêmica contratação, Kardec foi negociado com o Chongqing Lifan, da China. Na Ásia, ainda defendeu as cores do Shenzhen até retornar ao Brasil para atuar no Atlético-MG, seu atual clube.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.