Agora foi revelado: Ronda Rousey FEZ ISSO pra fugir de Cris Cyborg

Documentos referentes às negociações do UFC foram expostos pelo site americano “Bloody Elbow” devido a um processo movido por um grupo de lutadores de MMA contra a organização. Um dos contratos revelados era o inicial para a lutadora Ronda Rousey, envolvendo uma possível disputa com a brasileira Cris Cyborg.

Apesar de a luta entre a brasileira e a norte-americana nunca ter se concretizado, as anotações dos representantes de Ronda foram tornadas públicas. No contrato, a previsão era de que o evento ocorresse em 1 de outubro de 2012, com um acordo entre a Forza LLC (empresa dos proprietários do UFC e ex-detentora do Strikeforce) e Ronda Rousey.

Na proposta, constavam diversas alterações solicitadas pela equipe da lutadora dos Estados Unidos. Uma delas exigia que, caso a luta com Cyborg se concretizasse, fosse realizada uma negociação separada das demais. Na época, Cris Cyborg era campeã do peso-pena do Strikeforce.

“Não se aplica a nenhuma luta em pay per view, que deve ser negociada separadamente. Taxa + parcela de receita de pay-per-view da lutadora + qualquer luta com Cyborg deve ser negociada separadamente.” – vazou diretamente da negociação entre as duas organizações.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Consequências

Após a divulgação dos documentos, a brasileira usou as redes sociais para provocar tanto a norte-americana quanto Kayla Harrison, amiga de Ronda e atual rival de Cyborg. No entanto, o tão aguardado confronto nunca aconteceu.

Cris Cyborg compete na categoria até 65,8kg e enfrentou dificuldades para baixar de peso para uma categoria intermediária, entre a sua divisão e o peso-galo (até 61,2kg), onde Ronda Rousey atuava na época. Ronda recusou-se a subir de peso na ocasião.

“2012 e Ronda Rousey tinha contratos com meu nome escrito. 2024 e Kayla Harrison tem contratos com meu nome escrito. Uma Era de dominância que o esporte talvez nunca mais veja.” – disparou a brasileira ex-campeã de Bellator, Strikeforce e UFC.