Abel Ferreira não se cala e confirma preocupação de pegar o São Paulo

Na última quarta-feira (28), o São Paulo venceu a Inter de Limeira por 3 a 0, no Mané Garrincha, em Brasília, e encerrou a sequência negativa de quatro jogos sem vitória. Agora, a equipe comandada pelo técnico Thiago Carpini iniciou os trabalhos para o clássico contra o Palmeiras, neste domingo, no MorumBis.

O rival também conquistou os três pontos ao bater a Portuguesa por 2 a 0, no Canindé. Em entrevista após o duelo, Abel Ferreira foi questionado sobre o Choque-Rei. O português destacou a força do Tricolor nas partidas contra o Alviverde, e também relembrou o duelo na Supercopa Rei.

“Não é um jogo como qualquer outro. Aquele foi um jogo que o São Paulo foi mais competente nos pênaltis e ganhou de forma justa. Faz parte do passado. Sim, é uma equipe histórica, com peso terrível, contra o Palmeiras joga sempre na sua máxima força e consegue ser consistente. Particularmente não tenho tido muita sorte contra o São Paulo. Desde que sou treinador, acho que é a equipe que mais vence nossa equipe, tirando a Libertadores e outro momento. É um Choque-Rei, na casa deles”, disse Abel.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

SPFC e Palmeiras acumulam histórico equilibrado desde a chegada de Abel

Abel assumiu o comando do Palmeiras em outubro de 2020. Desde então, fora dispuados 21 clássicos entre as equipes, com sete vitórias do São Paulo, sete empates e sete vitórias palmeirenses. Na temporada passada, o SPFC eliminou o rival na Copa do Brasil, torneio que acabou campeão em cima do Flamengo.

“Sim, vale três pontos, mas uma coisa é o que se passou e agora temos outro jogo. Para as torcidas vale mais do que isso, mas vamos nos preparar, eles vão entrar na máxima força, ligados, como tem sido os confrontos. E, nós vamos procurar fazer um jogo consistente para que o Palmeiras possa ganhar porque esse é nosso intuito. É sempre um jogo difícil”, comentou o treinador.

No começo deste mês, mais precisamente no dia 4 de fevereiro, o São Paulo bateu o Palmeiras, nos pênaltis, pela Supercopa Rei, duelo disputado no Mineirão, em Belo Horizonte. Depois de um empate sem gols no tempo normal, o Tricolor venceu por 4 a 2. Na ocasião, Rafael defendeu as cobranças de Murillo e Piquerez.