5 treinadores desempregados que podem assumir o São Paulo

Depois da derrota por 2 a 1 contra o Talleres, em Córdoba, na primeira rodada da Libertadores da América, a pressão em cima de Thiago Carpini está maior do que nunca. O treinador, além de acumular a eliminação precoce no Campeonato Paulista, não conseguiu vencer os argentinos, resultado que coloca o SPFC como lanterna do grupo.

Por sinal, o desejo de uma grande parte de todos é pela demissão do técnico. Ainda na partida contra o Novorizontino, na qual o Tricolor foi eliminado nos pênaltis, Carpini ouviu um grupo de torcedores o chamarem de “burro”.

Apesar da garantia de respaldo da diretoria, um novo resultado negativo pode acabar derrubando Carpini a qualquer momento. Logo, o SPFC já olha para alguns nomes no mercado que podem substituí-lo.  Confira alguns lembrados pelo Portal do São Paulino.

Luis Felipe Scolari

O primeiro deles é nada mais nada menos do que Felipão, que foi demitido recentemente do Atlético-MG. O veteramo de 75 anos teve seu nome comentado pelos são-paulinos recentemente, que gostariam de vê-lo no MorumBis por conta de seu aproveitamento em Libertadores, principal objetivo do SPFC na temporada.

Bruno Lage

O português de 47 anos ficou conhecido no Brasil por seu trabalho no Botafogo, que mesmo líder do Brasileirão, acabou demitido. Depois disso, o time desandou e perdeu o título. O mesmo acumula uma passagem bem sucedida pelo Benfica, de Portugal, além de ter dirigido o Wolverhampton, da Inglaterra, entre outros.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Luis Zubeldía

Campeão da Sul-Americana do ano passado com a LDU de Quito, Zubeldia chegou a ser considerado como uma opção viável antes da contratação de Thiago Carpini. Também venceu o Campeonato Equatoriano na temporada passada.

Jorge Sampaoli

O argentino está livre no mercado desde sua saída do Flamengo. Apesar de não ter feito um bom trabalho, Sampaoli é lembrado por sua ótima passagem pela Seleção do Chile, na qual venceu duas Copas Américas, além de seu trabalho no Santos, ficando com o vice do Brasileirão de 2019. 

Alex

Ex-meia, Alex seria um “teste” da diretoria do São Paulo, já que não possui tanta experiência como treinador profissional. Contudo, deixou uma ótima impressão com seu trabalho no time sub-20 do Tricolor, e já está familiarizado com o ambiente e com o calendário do futebol brasileiro.