4º maior patrocínio do Brasileirão é do São Paulo; veja a lista

O panorama dos patrocínios no futebol brasileiro tem testemunhado negociações de grande monta, com os clubes firmando acordos substanciais para impulsionar seus projetos e consolidar suas marcas.

Explore a lista dos principais patrocínios, evidenciando as áreas em que cada time se destaca e como está se saindo o tricolor paulista e meio a disputa por quem mais arrecada e como desafia as situações financeiras.

O São Paulo concretizou um acordo com a casa de apostas “Superbet” para ser a nova patrocinadora máster do clube nos próximos três anos. O Tricolor receberá um total de R$ 52 milhões por temporada por meio dessa parceria.

A partir de 2024, a marca ocupará o espaço mais valorizado no uniforme. Ainda está em discussão o pagamento da multa para a Sportsbet.io, a atual patrocinadora do São Paulo. Para rescindir o contrato, que tem validade até o final de 2024, o clube teria que desembolsar aproximadamente R$ 24 milhões.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A lista

Corinthians – VaideBet: Acordo de R$ 370 milhões válido por três anos O Corinthians lidera o ranking com o maior contrato de patrocínio máster, recentemente fechando.

Flamengo – Pixbet: R$ 85 milhões anuais por duas temporadas Em segundo lugar, o Flamengo assinou um contrato com a Pixbet, assegurando ao clube R$ 85 milhões anuais ao longo de duas temporadas.

Palmeiras – Crefisa/FAM: R$ 81 milhões fixos por ano O Palmeiras completa o pódio, recebendo R$ 81 milhões anuais da Crefisa/FAM, cobrindo todas as propriedades do uniforme, não se limitando ao espaço máster.

São Paulo – SupeBet: R$ 52 milhões
Vasco – Estrela Bet: R$ 45 milhões
Atlético Mineiro – Betano: R$ 30 milhões
Grêmio e Internacional – Banrisul: R$ 30 milhões cada
Botafogo – Pari Match: R$ 27,5 milhões
Cruzeiro – Betfair: R$ 25 milhões
Santos – Blazer: R$ 22,5 milhões
Fluminense – Betano: R$ 20 milhões
Bahia – Esportes da Sorte: R$ 19 milhões
Fortaleza – Novibet: R$ 18 milhões
Athletico-PR – R$ 16,5 milhões
Juventude – R$ 15 milhões