4 mudanças que Carpini deve fazer no São Paulo logo na chegada

Nesta quinta-feira (11), o São Paulo anunciou Thiago Carpini como o mais novo técnico da equipe. O profissional de apenas 39 anos encara o desafio como uma oportunidade mágica em sua carreira, além de um sonho realizado. 

“É um momento mágico, me preparei muito para isso. Trabalhar no São Paulo é um sonho realizado, ainda mais em um ano tão importante, de volta à Libertadores. O clube vem de uma temporada vitoriosa, com a conquista inédita da Copa do Brasil, e tem um elenco muito qualificado. Para mim, é uma realização pessoal e profissional”, disse, em vídeo divulgado nas redes sociais.

Apesar de jovem, Carpini vem se destacando como um dos nomes mais competentes e promissores no futebol brasileiro. Na última temporada, alcançou à final do Paulistão com o modesto Água Santa, eliminando o SPFC nas quartas e o Red Bull Bragantino na semifinal. Posteriormente, pegou o Juventude na zona do rebaixamento e conseguiu terminar a Série B na vice-liderança, se classificando para a elite novamente.

O treinador deve aproveitar boa parte do trabalho de Dorival Júnior, o que não o impede de realizar algumas mudanças pontuais no estilo de jogo. O comandante gosta de iniciar as jogadas com o goleiro, ou seja, Rafael será ainda mais presente com os pés.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Junto a isso, Carpini já deixou claro que gosta de uma equipe com posse de bola. A tendência é que jogue de uma maneira ainda mais agressiva em relação ao time de Dorival Júnior.

James deve ganhar minutos e jogadores que seriam dispensados podem ganhar sobrevida

A terceira provável mudança é em relação a James Rodríguez. O colombiano não estava sendo muito utilizado no esquema de Dorival, o que levou a diversas especulações de uma possível rescisão de contrato.

Carpini costuma utilizar o 4-2-3-1 como esquema favorito, assim como foi no Juventude. Ou seja, James poderá ser esse homem de ligação entre o meio e o ataque, desenhando o mesmo papel de Nenê no clube gaúcho.

Por fim, Thiago Carpini poderá aproveitar alguns nomes que seriam dispensados por Dorival no começo desta temporada. A princípio, Gabriel Neves, Jhegson Méndez e Luan estavam fora dos planos. Agora, o treinador deve analisá-los para tomar uma decisão.