3º melhor goleiro do Brasileirão é do São Paulo e não é Rafael

No último domingo (4), o São Paulo bateu o Palmeiras, nos pênaltis, e se sagrou campeão da Supercopa do Brasil, em partida disputada no Mineirão. O herói da partida foi o goleiro Rafael, que defendeu as cobranças do zagueiro Murillo e do lateral Piquerez e garantiu o título.

Apesar de ter sido o homem da partida, o goleiro não atingiu o top-3 do Brasil no quesito pênaltis, pelo menos em uma pesquisa realizada pelo Espião Estatístico do portal Globo Esporte.

A plataforma realizou um ranking que reuniu diversos goleiros que foram titulares em clubes da Série A do Campeonato Brasileiro desde 2015. Rafael ocupa somente o 13° lugar na lista. De 53 penalidades cobradas contra ele, 46 foram no gol. 37 dessas pararam no fundo das redes, enquanto o goleiro realizou nove defesas, somando um aproveitamento de 19,6%.

O líder do ranking é o paraguaio Gatito Fernandez. O goleiro do Botafogo soma um aproveitamento de 15 defesas em 41 cobranças certas – aproveitamento de 36,5%. O vice-líder é Felipe Alves, ex-jogador do São Paulo, que defendeu 13 chutes de 43 (30,2% de aproveitamento).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Jandrei tem ótimo aproveitamento em cobranças de pênaltis

Outro representante do Tricolor na lista é Jandrei, logo em terceiro lugar. Atualmente, ele é o reserva imediato de Rafael e segundo goleiro do time. Em 28 cobranças que foram ao gol, ele defendeu oito delas, somando um aproveitamento de 28,5%.

O arqueiro foi titular na vitória por 1 a 0 contra a Portuguesa, no Morumbis, e também no triunfo por 3 a 0 diante do Água Santa, também em casa, na última quarta-feira (7). Na ocasião, o adversário teve um pênalti a seu favor, mas o cobrador acabou chutando para fora.