12 laterais-esquerdos ficando livres no mercado para o São Paulo repor a provável saída de Welington

Se aproximando da abertura da janela de transferências (10 de julho), o São Paulo já observa alguns nomes no mercado. Isso porque a diretoria está avaliando uma investida em um lateral-esquerdo, levando-se em conta a situação contratual de Wellington.

Titular absoluto do São Paulo, o defensor quase foi vendido no ano passado ao CSKA Moscou, da Rússia. Vale lembrar que ele era reserva de Caio Paulista, que surpreendentemente assinou com o Palmeiras após o término da temporada.

Welington voltou a titularidade em 2024, e desde então, a cúpula são-paulina vem tentando renovar com o atleta formado nas categorias de base de Cotia. Vale lembrar que ele tem vínculo até 31 de dezembro, ou seja, já está liberado para assinar um pré-contrato com qualquer clube interessado em seus serviços.

Não houve nenhum avanço nas tratativas com o lateral. Ainda há uma boa diferença no que o empresário do jogador pede em relação ao que a diretoria está disposta a oferecer. Diante disso, o caminho mais provável é que ele se despeça do Morumbi ao final da temporada.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dito isso, alguns laterais que atuam no futebol brasileiro estão em fim de contrato, assim como o próprio Welington. Desta forma, o Tricolor poderia repor a ausência do jovem com outro nome a custo zero.

Dentre eles, estão Renê, que já foi sondado pelo São Paulo na época de Dorival Júnior, além de Bruno Pacheco, do Fortaleza, Marcelo e Diogo Barbosa, ambos do Fluminense, dentre muitos outros. O reserva imediato é o jovem Patryck, também cria de Cotia.

Confira os laterais que estarão disponíveis a custo zero

  • Miguel Trauco – Criciúma
  • Marcelo Hermes – Criciúma
  • Marcelo – Fluminense
  • Diogo Barbosa – Fluminense
  • Bruno Pacheco – Fortaleza
  • Reinaldo – Grêmio
  • Renê – Inter
  • Alan Ruschel – Juventude
  • Victor Luís – Vasco
  • Felipe Vieira – Vitória
  • Patrick Calmon – Vitória
  • Escobar – Santos