100% oficial, foi confirmado, parceiro de Rafinha recebe um dos menores salários do Brasil

Apontado como o esporte mais acompanhado no planeta, o futebol atingiu níveis estratosféricos no quesito receita. Tanto que o Brasil, mesmo distante das cifras oferecidas na Europa ou no Oriente Médio, ainda é capaz de oferecer salários milionários para seus principais jogadores. Já não é surpresa ver atletas ganhando mais de R$ 1 milhão por mês.

Mas tal valor fica restrito a uma pequena parte das pessoas envolvidas no espetáculo. Um estudo apresentado pela CBF apontou, por exemplo, que a média de salário de jogador de futebol no país fica em torno de R$ 5 mil mensais. O relatório ainda afirma que 55% dos atletas profissionais recebem salários equivalentes a um trabalhador com salário mínimo.

A queda dos números é ainda mais brusca quando analisamos um profissional bastante importante, mas quase sempre esquecido: os gandulas. “Parceiros” dos laterais, casos de Rafinha, Caio Paulista e Welington no São Paulo, eles apresentam cifras inferiores ao atual salário mínimo, reajustado em 1º de maio para R$ 1.320.

Um levantamento realizado pelo portal G1.com destacou que o grupo faz parte dos 100 menores salários do país. De acordo com o estudo, não há um valor exato para contratar um gandula, mas os dados apontam que, em média, um repositor (outro nome dado a esse trabalho) recebe R$ 1.181,28 mensais.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.